Hamad I Mohammed / Reuters
Hamad I Mohammed / Reuters

Lewis Hamilton supera Verstappen, faz volta mais rápida e larga em primeiro no GP do Catar

Líder da temporada, piloto holandês da Red Bull ficou com a segunda posição, seguido por Valtteri Bottas

Redação, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2021 | 12h40

O grid do primeiro GP do Catar da história da Fórmula 1 terá Lewis Hamilton como pole position. Após a conquista emocionante em Interlagos na etapa passada, o piloto da Mercedes fez o melhor tempo, com uma volta de 1min20seg827 no Circuito Internacional de Losail, e vai largar em primeiro lugar no domingo, o que alimenta a esperança de buscar o título na reta final da temporada. 

O britânico não conquistava a pole desde o GP da Hungria, disputado em agosto. Terminar em primeiro na corrida, contudo, não vai ser fácil, uma vez que o líder Max Verstappen ficou com a segunda posição, seguido por Valtteri Bottas. Pierre Gasly, Fernando Alonso, Lando Norris, Carlos Sainz, Yuki Tsunoda, Esteban Ocon e Sebastian Vettel fecharam as dez primeiras colocações do grid.

Após disputas equilibradas no Q1 e Q2, o top 10 ficou sem nomes como Charles Leclerc e Daniel Ricciardo, que ocupam posições altas no ranking geral. Para a infelicidade da Red Bull, Sérgio Perez também ficou de fora. Já Hamilton foi consistente, com a segunda melhor volta na primeira bateria e a primeira melhor na segunda, enquanto Verstappen liderou o Q1, mas terminou o Q2 em quarto lugar.

"Eu acho que faltou um pouco de ritmo, Tem sido um pouco mais difícil para nós. Perez nem passou para o Q3, isso demonstra como não fomos bem", comentou Verstappen depois da classificação. "É muita coisa nova para gente, temos que pensar na largada e depois ver o que vai acontecer", completou. 

Melhor que o rival holandês durante todo o final de semana, Hamilton manteve a consistência no Q3. Logo de cara, estabeleceu a marca de 1min21seg262, antes de baixar para 1min20s827. Uma bandeira amarela acionada por Gasly nos últimos segundos, por causa de pneus furados, impediu que Bottas e Verstappen tentassem melhorar as marcas, o que já seria difícil de qualquer maneira. 

"É minha primeira vez correndo aqui. Ontem, foi um dia muito difícil para nós, tive que me esforçar bastante, trabalhar bastante com os engenheiros, trabalhadores espetaculares, fizeram mudanças que funcionaram, e eu agradeço muito. A última volta foi muito boa, essa pista é maravilhosa", celebrou Hamilton ao final do treino.

O GP do Catar está marcado para as 11 horas deste domingo, conforme o horário de Brasília. No fuso local, contudo, o relógio estará marcando 17 horas, portanto a corrida será noturna, assim como foi o treino classificatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.