Valdrin Xhemaj/EFE
Valdrin Xhemaj/EFE

Líder do Mundial de F-1, Vettel aponta Mercedes como favorita no GP da Rússia

Piloto da Ferrari lidera a temporada após três provas

Estadão Conteúdo

27 de abril de 2017 | 16h02

Vencedor de duas das três corridas disputadas na atual temporada da Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, elegeu a rival Mercedes como grande favorita para vencer o GP da Rússia, que será disputado no circuito de Sochi, no domingo. O dono de quatro títulos mundiais prevê duelo mais favorável para o rival.

"No papel, a Mercedes é a clara favorita. A pista do circuito de Sochi é feita para as Mercedes. Então, teremos de fazer o melhor possível. Há muito trabalho para fazer amanhã (sexta-feira) para trazer o carro a uma posição no grid que nos ajude. Eu gosto da pista, então isso é um bom começo para um dia em que teremos muito trabalho", destacou o piloto.

Vettel minimizou a empolgação após as duas vitórias obtidas na temporada, na Austrália e Bahrein. O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, ganhou a prova na China, segunda etapa do Mundial. "Duas em cada três soa muito bem! Mas não vamos ficar gananciosos. Estou tão feliz por estarmos onde estamos, especialmente com o ritmo que temos mostrado nas três corridas que rivalizamos com a Mercedes. Em dois domingos fomos superiores", ressaltou Vettel, que é o atual líder do campeonato.

O piloto alemão também destacou o bom desempenho do carro no Bahrein, na corrida do dia 17. "Bem, em geral você sempre tem um pouco de uma briga com seu carro - ou com a suspensão dianteira ou a suspensão traseira - simplesmente por estar em uma situação onde o carro não faz exatamente o que você deseja durante a corrida. Mas não foi o caso no Bahrein. Na verdade, ele foi ficando melhor ao longo da prova. Eu sabia que o Lewis (Hamilton) estava mais perto, mas o tempo todo senti que tinha o suficiente no carro para afastá-lo", disse Vettel.

O GP da Rússia, em Sochi, será disputado no fim de semana. Os primeiros treinos livres estão marcados para as 5 horas desta sexta-feira (horário de Brasília). A corrida terá início às 9 horas de domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.