Líder do Mundial, Hamilton comemora terceira pole no ano

Inglês largou na frente também na Austrália, onde venceu, e no Canadá, onde abandonou

REUTERS

19 de julho de 2008 | 11h24

Líder do campeonato de pilotos da Fórmula 1, Lewis Hamilton colocou neste sábado a McLaren na pole position do Grande Prêmio da Alemanha. O inglês de 23 anos dividirá a primeira fila no domingo com o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que soma 48 pontos no topo da classificação, assim como Hamilton e com o seu companheiro de equipe e atual campeão, Kimi Raikkonen. Veja também: Hamilton rouba pole de Massa no GP da AlemanhaRaikkonen, que largou na primeira posição em Hockenheim pela McLaren em 2005 e 2006, terminou a classificação em sexto lugar pela Ferrari. O finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren, larga em terceiro, e o italiano Jarno Trulli, pela Toyota, sairá da quarta posição. A pole position foi a terceira de Hamilton nesta temporada e a nona dele na Fórmula 1 em 27 corridas. "Minha volta foi muito boa e foi muito tranquila. Estou bem consciente de que nós poderíamos ter ido um pouco mais rápido se nós precisássemos", disse Hamilton, vencedor do GP da Inglaterra há duas semanas. As condições instáveis e o vento tornou a vida difícil, mas Hamilton se segurou para garantir sua primeira pole position desde o Canadá, em junho. "Eu acho que reuni os pedacinhos que estavam faltando", disse ele, quando perguntado sobre se essa temporada tinha começado a pender a seu favor desde os testes antes do GP inglês. "Nos testes nós demos um passo à frente com o carro e isso definitivamente nos tornou mais competitivos. Eu acho que nós melhoramos totalmente." Massa, que viveu um pesadelo na última corrida, na qual rodou cinco vezes e terminou na última posição, previu uma corrida disputada entre Ferrari e McLaren e minimizou o desempenho ruim em Silverstone na pista molhada. "Na verdade não é uma recuperação, eu sei que estou rápido", disse. "Em toda a minha carreira eu fui rápido na chuva, mesmo nos karts sempre que chovia eu vencia." Robert Kubica, da BMW Sauber, se classificou em uma desapontadora sétima colocação. Rubens Barrichello, que conquistou o primeiro pódio da Honda desde 2006 em Silverstone, voltou à realidade e ficou com a 18.ª posição no circuito onde venceu pela primeira vez na Fórmula 1, em 2000.19. Adrian Sutil (Alemanha) Force India - Ferrari (Reportagem de Alan Baldwin)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.