FRANCK FIFE / AFP
FRANCK FIFE / AFP

Loeb vence 7ª etapa dos carros no Rally Dakar, mas Al-Attiyah ainda é líder

Competidor francês triunfa pela segunda vez nesta edição. Vencedor da etapa anterior, Terranova fica para trás ainda no início

Redação, Estadão Conteúdo

09 de janeiro de 2022 | 18h02

Após o descanso concedido aos pilotos de todas as modalidades durante o sábado, o Rally Dakar foi retomado neste domingo para a disputa da sétima etapa. Na competição dos carros, o francês Sébastien Loeb venceu sua segunda especial nesta edição, seguido pelo príncipe catari Al-Attiyah, que ficou em segundo lugar e ainda é líder da classificação geral.

Depois de vencer a etapa anterior, o argentino Orlando Terranova foi deixado para trás ainda no início. Então, a liderança rodou bastante entre diferentes pilotos. Loeb assumiu a ponta definitivamente ao ultrapassar o até então líder Carlos Sainz, que terminou em terceiro. Al-Attiyah acelerou para tentar alcançar o tempo de Loeb, mas terminou a prova 5min26s atrás. Stéphane Peterhansel e Yasser Al Rajhi fecharam as cinco primeiras colocações.

"Perdemos muito tempo perto do final, mas conseguimos terminar na liderança, então não há reclamações de minha parte. Não estamos em uma posição de força, não há perguntas a serem respondidas. Não há estratégia. Vamos apenas fazer o nosso trabalho e ver como ele se desenrola", comentou Loeb após a vitória.

Na classificação geral, Al-Attiyah lidera com 23h52min22 no tempo acumulado, vantagem de 44min59s em relação a Loeb, que é o segundo colocado, acima de Al-Rahji, o terceiro. Lúcio Álvares é o quarto e Jakub Przygonski ocupa a quinta colocação.

UTVs e propótipos leves

O sétimo dia de competições do Rally Dakar não foi bom para os brasileiros Rodrigo Luppi e Mayel Justo, que lideravam a classificação geral dos UTVs. A dupla sofreu com um problema mecânico neste domingo, terminou no 21ª lugar e caiu da primeira para a quinta colocação do geral. A etapa foi vencida pelos poloneses Aron Domzala e Maciej Marton, seguidos pelos compatriotas Michal Goczal e Szymon Gospodarczyk. O terceiro lugar ficou com os espanhóis Farres Guell e Diego Ortega.

Com a queda de Luppi e Justo, outro brasileiro foi parar na liderança geral da categoria: Gustavo Gugelmin, parceiro do norte-americano Austin Jones. Os dois terminaram na décima colocação da etapa. Michael Goczal e Szymon Gospodarczyk são os segundos do ranking, acima de Guell e Ortega, que aparecem em terceiro.

Já na classe dos protótipos leves, o norte-americano Seth Quintero, de apenas 19 anos, venceu a sua sexta especial. Fora da disputa pelo título por ter sofrido uma quebra na segunda etapa, o jovem ainda tem o objetivo de se tornar o piloto com o maior número de vitórias em especiais de uma mesma edição do rali. A espanhola Cristina Gutiérrez ficou em segundo lugar e o russo Pavel Lebedev terminou em terceiro.

A liderança geral dos protótipos leves está com Francisco "Chaleco" López Contardo, com vantagem de 1h24min05s sobre Sebastian Erikson. Já Cristina Gutiérrez, terceira colocada, está 2h12min40s do líder.

Motos

Na disputa das motos, a briga pelo título ganhou novos ingredientes com vitória do chileno José Ignacio "Nacho" Cornejo, da Honda, que superou o argentino e atual campeão Kevin Benavides, da KTM. John Barreda, Luciano Benavides e Lorenzo Santolino completaram o top 5 da etapa.

Mesmo fora das primeiras colocações, o francês Adrien Van Beveren assumiu a liderança geral. Agora, ele está 5min12s à frente do austríaco Matthias Walkner, segundo colocado com apenas 11 segundos de vantagem para Kevin Benavides, atualmente na terceira colocação.

Enquanto isso, na sétima etapa dos quadriciclos, o brasileiro Marcelo Medeiros, já sem chances de título por causa de uma punição por não completar a especial de quinta-feira, foi o vencedor, com Alexandre Giroud em segundo e Pablo Copetti em terceiro, os dois favoritos da categoria. Giroud é o primeiro da classificação geral e Copetti, o segundo, 18min21s atrás do rival.

Entre os caminhões, os russos Anton Shibalov e Eduard Nikolaev fizeram uma dobradinha da equipe Kamaz nas duas primeiras colocações, seguidos Martin van den Brink em terceiro. A liderança geral é de Dmitry Sotnikov, outro piloto da Kamaz, que completa o top 3 com Nikolaev e Shibalov.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.