Andreu Dalmau/EFE
Andreu Dalmau/EFE

Lorenzo supera Márquez na Catalunha e conquista sua primeira pole pela Ducati

Piloto da Ducati é o mais rápido e deixa bicampeão em segundo sendo 66 milésimos mais rápido

Estadão Conteúdo

16 Junho 2018 | 11h26

O espanhol Jorge Lorenzo levou a melhor sobre Marc Márquez na disputa que travou com o seu compatriota no treino de classificação deste sábado para a etapa da Catalunha da MotoGP. Com o tempo de 1min38s680 na sua melhor volta, o piloto também conquistou a sua primeira pole pela Ducati, enquanto o atual bicampeão da categoria, da Honda, ficou com o segundo lugar do grid com a marca de 1min38s746.

+ Jorge Lorenzo é o mais rápido do dia nos treinos livres da Catalunha

Lorenzo encerrou o seu jejum de poles pela Ducati dez dias depois de ter sido confirmado como substituto do também espanhol Dani Pedrosa, na Honda, a partir da temporada de 2019. Dono de três títulos na elite da motovelocidade, ele assinou contrato de dois anos com a tradicional equipe japonesa.

Agora com a certeza de que está fazendo a sua temporada de despedida pela Ducati, Lorenzo também obteve neste sábado a sua primeira pole desde a etapa de Valência de 2016, quando era piloto da Yamaha na MotoGP.

O tricampeão do mundo também havia encerrado, no último dia 3, um longo jejum de vitórias na categoria ao triunfar na etapa da Itália. Ele não ganhava uma corrida desde a prova final da temporada de 2016. E o piloto da Ducati manteve este bom momento para o evento na Catalunha, onde também foi o mais rápido dos treinos livres de sexta-feira.

Companheiro de equipe do primeiro colocado desta sessão classificatória realizada neste sábado na pista de Montmeló, o italiano Andrea Dovizioso garantiu a terceira posição ao percorrer a sua melhor volta em 1min38s923.

Já a segunda fileira do grid será aberta pelo espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, que cravou o tempo de 1min39s145 e superou por muito pouco o italiano Andrea Iannone, da Suzuki, com 1min39s148, que foi seguido pelo seu compatriota Danilo Petrucci, da Pramac Ducati, com 1min39s178.

O italiano Valentino Rossi, da Yamaha, foi apenas o sétimo colocado, enquanto o oitavo lugar ficou com o francês Johann Zarco, da Yamaha Tech 3. O espanhol Tito Rabat, da Avintia Ducati, e o britânico Cal Crutchlow, da LCR Honda, fecharam o grupo dos dez primeiros deste treino de classificação.

O espanhol Dani Pedrosa, da Honda, foi apenas o 11º colocado neste sábado, dois dias depois de convocar uma entrevista coletiva para anunciar o seu futuro na MotoGP. Porém, o piloto apenas informou que precisará de um pouco mais de tempo para tomar uma decisão depois de ter a sua saída da equipe japonesa confirmada para o fim desta temporada. Ele não terá seu contrato renovado e encerrará uma longa relação de 18 anos com a tradicional montadora, que ele defende desde as categorias menores da elite da motovelocidade.

A corrida deste domingo terá largada às 9 horas (de Brasília), quando será realizada a sétima etapa de um total de 19 desta temporada da MotoGP. Marc Márquez é o atual líder do campeonato, com 95 pontos, enquanto Valentino Rossi é o segundo, com 72. Pole neste domingo, Lorenzo é apenas o décimo colocado, com 41 pontos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.