Valéria Zukeran/Estadão
Valéria Zukeran/Estadão

Lotus e Ferrari ganham energia extra para a temporada 2013

Equipes anunciam acordos com duas marcas de bebidas energéticas

Tercio David, O Estado de S. Paulo

22 de novembro de 2012 | 15h51

SÃO PAULO - Ferrari e Lotus aproveitaram o final da temporada para anunciar os planos 'mais energéticos' para o ano que vem. A equipe preta-e-dourada anunciou nesta quinta-feira um contrato de patrocínio com a marca Burn, enquanto o time italiano confirmou a extensão do apoio já recebido pelo TNT.

"A criatividade dos times e a paixão pela velocidade são os combustíveis da Fórmula 1 e o que torna esta parceria mais emocionante", diz o diretor do Grupo Coca-Cola, proprietário da marca Burn.

A Coca-Cola volta à figurar no automobilismo internacional dez anos após patrocinar a equipe Nordic, na Fórmula 3000. "Esta nova parceria promete mudar um pouco a cara do que acontece na categoria", diz o dirigente. A duração do contrato não foi divulgada.

O Grupo Petrópolis, dono da TNT, ampliou o patrocínio que já tinha e assinou com a Ferrari até 2019. O logo estará no bico dos carros de Felipe Massa e Fernando Alonso já neste GP do Brasil, última etapa de 2012.

A marca é bastante conhecida do público amante da velocidade já que está presente na Stock Car, na Fórmula Indy e na Fórmula Truck.

Desta forma, a Fórmula 1 passa a contar com quatro marcas de energético. Além de Burn e TNT, a Red Bull - dona da própria equipe e também da Toro Rosso - e a Monster, que pinta seu logo nos carros da Mercedes estão presentes na categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.