Lotus garante permanência de Romain Grosjean em 2015

Lotus garante permanência de Romain Grosjean em 2015

Francês já havia anunciado renovação na terça e rendeu brincadeira nas redes sociais da equipe: 'Ele é rápido no botão do Twitter'

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2014 | 11h02

A Lotus enfim confirmou nesta quarta-feira a permanência do francês Romain Grosjean para a temporada 2015 da Fórmula 1. O piloto vai formar dupla novamente com o venezuelano Pastor Maldonado, garantido na equipe ainda em julho.

A negociação de Grosjean foi mais lenta porque ele tinha a possibilidade de deixar a equipe, apesar de contrato para 2015. Uma brecha no documento abria a chance de o piloto trocar de time por causa do baixo rendimento da Lotus neste ano. Mas a decisão da direção de trocar o fornecedor de motor fez Grosjean reconsiderar a permanência.

Para 2015, a Lotus será abastecida pela Mercedes, em substituição a Renault. A mudança se deve ao fraco desempenho do time neste ano. Após terminar o Mundial de Construtores em 4º lugar em 2013, a Lotus ocupa atualmente o 8º lugar, com apenas 10 pontos conquistados na temporada. Diante desta grande queda, Grosjean cogitou se transferir para a McLaren.

"Não é nenhum segredo que esta temporada tem sido muito difícil, mas a equipe continua trabalhando e a determinação é somar pontos com regularidade em 2015", declarou o francês. Ao decidir permanecer no time inglês, o piloto segue mantendo sua carreira na F1 totalmente na Lotus. A próxima temporada será a sua quarta consecutiva na categoria, e a quinta em geral porque competiu em sete corridas em 2009.

O acerto entre Lotus e Grosjean havia sido divulgado de forma precoce pelo próprio piloto, ainda na terça, pelas redes sociais. Nesta quarta, a equipe brincou com a velocidade do anúncio antecipado do francês, na mesma rede. "Esta é a hora para confirmarmos que Romain Grosjean vai pilotar para nós no próximo ano. Pelo que ouvimos, ele é bem rápido no botão do Twitter", declarou o time, em sua conta oficial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.