Mazen Mahdi/EFE
Mazen Mahdi/EFE

Lotus renova acordo para seguir com motores da Renault na Fórmula 1

A equipe baseada em Enstone diz que fechou acordo para '2014 e além'

Agência Estado

20 de fevereiro de 2014 | 10h49

ENSTONE - Um dia depois de seu novo carro estrear em um teste coletivo da pré-temporada da Fórmula 1, no Bahrein, a Lotus anunciou oficialmente nesta quinta-feira a renovação de seu contrato com a Renault para seguir contando com motores fornecidos pela montadora francesa. A equipe baseada em Enstone disse que fechou acordo para "2014 e além", sem especificar o tempo previsto para o término do novo compromisso firmado.

A Lotus acabou sendo a única equipe a ficar fora da primeira bateria de testes da F-1, realizada no fim do mês passado, em Jerez de la Frontera, na Espanha, e exibiu pela primeira vez na pista o modelo E22 na última quarta, quando o francês Romain Grosjean, titular da escuderia, foi o nono colocado no primeiro dia de testes no Bahrein.

Jean-Michel Jalinier, presidente da Renault Sport F1, comemorou o novo acordo com a Lotus. "Estamos satisfeitos por ver a nossa parceria oficialmente confirmada e quase que ao mesmo tempo em que a Lotus participa de seus primeiros de testes de pista. A relação entre Viry (onde fica sediada a Renault) e Enstone apenas se fortaleceu ao longo dos anos e prova disso é a grande colaboração para o projeto de 2014, que é tecnicamente muito mais complexo do que em anos anteriores", afirmou.

A renovação de contrato com a Renault foi confirmada pela Lotus em meio aos testes coletivos para uma temporada que passará a contar com um novo regulamento técnico na Fórmula 1. Os motores V8 aspirados utilizados no ano passado foram substituídos pelos V6 turbo, o que torna o campeonato deste ano imprevisível.

"É o início de uma nova era na F-1 e temos o prazer de abraçá-la juntamente com a Renault", disse Matthew Carter, diretor-executivo da Lotus, que também enfatizou: "A Lotus e a Renault têm desfrutado de uma parceria de grande sucesso nos últimos anos e estamos ansiosos para continuar a construir um caminho sólido e de novas vitórias em 2014 e além".

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1LotusRenaultvelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.