Lotus renova contrato de Mike Gascoyne até 2015

A Lotus Racing anunciou nesta quarta-feira a renovação do contrato de seu diretor técnico Mike Gascoyne até 2015, apesar de enfrentar nesse momento problemas jurídicos que podem afetar o futuro da equipe na Fórmula 1. "Minha intenção é terminar minha carreira aqui", afirmou Gascoyne, em uma nota oficial.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 09h00

A Lotus voltou a correr na categoria nesta temporada, liderada por Tony Fernandes, um magnata malaio, detentor de uma companhia aérea. A equipe ainda não marcou pontos na Fórmula 1, mas tem buscado se desenvolver a longo prazo e é a equipe novata com o melhor desempenho.

A Lotus Racing está atualmente envolvida em uma batalha legal sobre o direitos sobre a uso da marca histórica no automobilismo com a montadora malaia Proton, proprietária dos direitos em outras áreas e que possui a intenção de participar das categorias GP2 e GP3 no próximo ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1LotusMike Gascoyne

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.