Lotus resgata nome e marca originais a partir de 2011

Escuderia anunciou a compra dos direitos para ser a 'Team Lotus' na próxima temporada

AE, Agência Estado

24 de setembro de 2010 | 11h07

Equipe tradicional na história da Fórmula 1, a "Team Lotus" voltará ao Mundial no ano que vem. Nesta sexta-feira, a Lotus, escuderia debutante na categoria nesta temporada, anunciou a compra dos direitos para utilizar o nome e o logotipo do time original, pelo qual Ayrton Senna correu de 1985 a 1987.

"Estamos absolutamente extasiados por ter completado essa transação. É difícil expressar o que significa para nós poder dizer que somos a ''Team Lotus'', um dos nomes mais icônicos do esporte mundial. Trabalhamos muito duro para que esse sonho virasse realidade, e hoje (sexta-feira) virou", afirmou o chefe da equipe, Tony Fernandes.

Com o acordo, a nova escuderia "Team Lotus" não terá mais nenhuma ligação com a montadora "Lotus Cars", com a qual havia licenciado o nome para esta temporada. No entanto, Fernandes não acredita que a montadora tentará chegar à Fórmula 1 para concorrer com sua equipe.

"A lei na Inglaterra é clara. Marcas registradas servem para proteção. Se alguém quiser se passar por ''Team Lotus'' na F-1, ou mesmo na GP2 e na Indy, nós vamos protestar", declarou o chefe da Lotus, que tem como pilotos titulares o italiano Jarno Trulli e o finlandês Heikki Kovalainen.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1LotusTeam Lotus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.