Lucas di Grassi admite erro na saída dos boxes

O brasileiro Lucas di Grassi admitiu ter falhado no início do treino classificatório do GP da Hungria, neste sábado. O piloto da Virgin danificou o assoalho do carro na primeira saída dos boxes e reduziu suas chances de conseguir uma boa posição no grid de largada.

AE, Agência Estado

31 de julho de 2010 | 15h36

"Arrisquei demais e cometi um erro na minha primeira saída, dei uma escapada isso destruiu meu assoalho. Como não dava para trocar a peça durante o treino, até tentei sair de novo, mas o carro perdeu muito ''downforce'' e não pude melhorar meu tempo", afirmou o piloto, que vai largar em 21.º lugar. Di Grassi fez o 22.º tempo do treino, mas ganhou uma posição por causa da punição ao japonês Kamui Kobayashi.

O brasileiro, porém, só conseguiu ficar à frente dos carros da também estreante Hispania. Ele foi superado pelo companheiro de equipe, Timo Glock (18.º), e pelos pilotos da Lotus. "Nosso carro está bom. Na terceira sessão livre, fui o mais rápido entre as novatas. Apesar de as ondulações da pista não favorecerem o nosso conjunto, temos demonstrado bastante crescimento", avaliou.

Bruno Senna teve um desempenho ainda mais fraco que Di Grassi. Ficou mais de um segundo atrás do compatriota e sairá em antepenúltimo. "Foi um pouco frustrante o treino de hoje porque tínhamos potencial para ir além. Experimentamos um novo acerto no carro, que ficou difícil de comandar. Aí tivemos que conferir as informações para acertar tudo até amanhã", justificou o piloto da Hispania.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.