Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Zak Mauger/Fórmula E
Zak Mauger/Fórmula E

Lucas di Grassi marca a pole no GP de Punta del Este da Fórmula E

Atual campeão da categoria consegue surpreender favoritos e sai como favorito para manter bom retrospecto na prova uruguaia

Ciro Campos, enviado especial a Punta del Este*, O Estado de S. Paulo

17 de março de 2018 | 13h22

O brasileiro Lucas di Grassi vai largar na pole position no GP de Punta Del Este de Fórmula E, neste sábado, no Uruguai. O paulistano superou favoritos como o líder do campeonato, o francês Jean-Éric Vergne, que sairá em quinto, ao marcar o tempo de 1min13s948. A prova será ainda neste sábado, com 37 voltas de duração.

+ Fórmula E cogita realizar corrida em Interlagos

+ Fundador da categoria torce pela vinda de Massa

Atual campeão da categoria, Lucas di Grassi tem um ótimo retrospecto na pista uruguaia. O paulistano foi pódio nas duas edições anteriores da prova, ao chegar em terceiro em um ano e em segundo na corrida seguinte. Apesar disso, nesta temporada ele tem sofrido com seguidos problemas no carro e pontuou somente uma vez, na última etapa, realizada na Cidade do México.

Na sessão classificatória o brasileiro foi para a super pole, decisão do grid entre os cinco mais rápidos, junto com Jean-Eric Vergne, Alex Lynn, Oliver Turvey e Mitch Evans. Di Grassi marcou a volta mais rápido em uma manobra ousada em uma das chicanes, onde chegou a bater em uma barra de sinalização e quase perdeu o controle. Ainda assim, superou o britânic Lynn em pouco mais de 0,2 segundos e assegurou a primeira posição.

O calor de mais de 30ºC foi um desafio para os pilotos. A temperatura elevou o desgaste das baterias. Como na Fórmula E as sessões oficiais são realizadas todas no mesmo dia, os competidores sofreram com o acerto dos carros e por diversas vezes encostaram nos muros de proteção enquanto testavam os limites da pista com a velocidade média mais alta de todo o calendário.

Quinto colocado no Mundial, Piquet deixou escapar a chance de disputar a pole position ao bater durante a última tentativa de melhorar a volta. O piloto perdeu o controle do carro e bateu após uma chicane. Com isso, o brasileiro terá de largar em penúltimo, 19º lugar, à frente apenas do francês Nicolas Prost, outro a sofrer acidente durante o treino.

* O repórter viaja à convite da organização do evento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.