Divulgação
Divulgação

Luiz Razia testa carro da Force India nesta terça-feira, na França

Brasileiro anda com o carro da equipe indiana em Magny-Cours, ao lado de pilotos da Ferrari e Mercedes

Livio Oricchio, de Nice, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2012 | 22h33

NICE - O piloto brasileiro mais próximo de poder chegar à Fórmula 1, Luiz Razia, vice-líder da GP2, vai testar nesta terça-feira o carro da equipe Force India no circuito de Magny-Cours, na França. Duas outras escuderias participam do treino de três dias destinado a jovens pilotos com potencial para disputar o Mundial, Ferrari e Mercedes.

"Será um teste muito importante para mim, pois pela primeira vez vou pilotar um carro de um bom time da Fórmula 1, capaz de chegar no Q3 (dez mais rápidos na classificação)", diz Razia, baiano de 23 anos. Depois do fim de semana ruim em Monza, o título na GP2 nas duas corridas finais, em Cingapura, dias 22 e 23, ficou distante. Soma 204 pontos diante de 229 do italiano Davide Valsecchi.

A Mercedes vai aproveitar o treino com o inglês Sam Bird, 25 anos, vice-líder da Fórmula Renault 3,5, similar a GP2, para na realidade testar um pacote de profundas mudanças no modelo W03. Como os ensaios particulares são proibidos, a Mercedes tenta levar para Cingapura o carro já com algum desenvolvimento. Bird, a princípio, trabalha nos três dias. Os alemães vão conhecer melhor o piloto inglês e, principalmente, a nova versão do W03, nesse momento bem mais lento que os carros da McLaren, Ferrari, Red Bull, Lotus e, dependendo da pista, Sauber.

A Ferrari treina nesta terça com o francês Jules Bianchi, da sua academia de pilotos, terceiro colocado na Fórmula Renault 3,5.

Em relação a Ferrari, ainda, o mexicano Sergio Perez, sensação da prova de domingo, em Monza, quando largou em 12.º e chegou em segundo, vai visitar a sede do time italiano em Maranello nos próximos dias. A fim de evitar associações entre o excepcional desempenho no GP da Itália e sua eventual contratação para substituir Felipe Massa, a direção da Ferrari informou que "a visita estava programada há muito tempo".

Perez fará treinamento no simulador da equipe, por ser, como Bianchi, da academia da Ferrari. Apesar do esclarecimento, é impossível não estabelecer um vínculo entre uma coisa a outra. Com toda certeza Stefano Domenicali e Perez vão conversar sobre futuro, se não para o ano que vem então para 2014. Massa ganhou fôlego nessa disputa com as duas belas provas disputadas nas etapas de Spa-Francorchamps e Monza, quinto e quarto. Suas chances de ter o contrato renovado cresceram.

A próxima etapa do campeonato será dia 23, em Cingapura, única noturna do calendário. Não só a Mercedes prepara um carro bastante modificado para a 14.ª corrida do campeonato. A Ferrari também, segundo disse Alonso em Monza. O objetivo é se aproximar do desempenho da McLaren, vencedora das três últimas provas, duas com Lewis Hamilton e uma com Jenson Button. Nessas três etapas Hamilton reduziu 25 pontos a vantagem que Alonso possuía na classificação do Mundial. Hoje o espanhol soma 179 e o inglês, segundo, 142.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.