Magnussen causa boa impressão no chefe da McLaren

Piloto dinamarquês faz sua estreia na Fórmula 1 no GP da Austrália

Agência Estado

09 de março de 2014 | 17h05

MELBOURNE - O chefe da equipe McLaren, Eric Boullier, admitiu ter ficado impressionado com o desempenho do novo piloto da escuderia, Kevin Magnussen, de apenas 21 anos. Novato na Fórmula 1 e já estreando em uma grande equipe, o dinamarquês está aprendendo rápido e se adaptando bem às exigências da categoria. "Surpreendentemente, dá para perceber que ele já está em casa", avaliou o dirigente, em entrevista ao site da Autosport.

O atual campeão da F-Renault 3.5 só teve três dias de testes antes do começo da pré-temporada. Magnussen saiu da pista algumas vezes, chegou a bater o carro, mas mantém um ritmo impressionante, na avaliação de quem acompanhou os treinos. Boullier destaca que o jovem está sendo esperto para aprender os muitos detalhes técnicos, sem se aprofundar para não se perder na estratégia aerodinâmica ou no uso dos pneus, por exemplo.

"Aqui, você precisa ser um pouco mais cuidadoso com os pneus se você quiser que eles durem o suficiente", destacou Boullier. "Jovens como ele estão acostumados a um mundo diferente, onde eles podem forçar ao longo da corrida. É isso que ele tem que aprender."

A estreia efetiva de Magnussen na Fórmula 1 será no próximo domingo, quando acontece o GP da Austrália, abertura da temporada de 2014, em Melbourne - os treinos livres começam já na noite de quinta-feira (pelo horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.