Maior rali do País começa no sábado

A maior competição de rali do Brasil começa sábado em Ribeirão Preto. É o Mitsubishi Motorsports, na sua décima edição. Ela atende a todos os que se interessam pelo mundo do off-road. Cerca de 260 equipes disputarão as modalidades rali de regularidade, o Mitsubishi MotorSports em si, de velocidade, a Mitsubishi Cup, e uma nova competição, a Mitsubishi Outdoor, prova de estratégia, com navegação através de mapas e bússula, destinado à participação de famílias.A largada será em Ribeirão Preto, às 8h30 de sábado. O evento deste ano terá várias novidades. Por exemplo: na modalidade velocidade foi criada uma categoria nova, a L200 RS, que abrigará o novo modelo criado pela Mitsubishi do Brasil, a L200 RS. Trata-se do mais avançado veículo concebido e construído no País para competições off road.Apenas os melhores pilotos e navegadores do Brasil disputarão a L200 RS, pelos avanços de engenharia empregados no carro. A Mitsubishi do Brasil até já estuda uma eventual participação no Mundial da classe para sentir seu nível de competitividade e depois, quem sabe, como disse o proprietário da empresa, Eduardo Souza Ramos, "estudar a participação no Paris-Dacar." As provas de velocidade são do tipo cross country, ou seja, pelo menos na primeira bateria realizada na distância média de 40 km em que o percurso é desconhecido dos concorrentes. O rali de regularidade é dividido em dois grupos, Graduados e Turismo (destinados a iniciantes).Ao todo serão sete etapas. O Mitsubishi MotorSports tem duas seções, a Sudeste, a que está começando em Ribeirão Preto, e a Nordeste, programada para iniciar dia 17 de abril em Recife.As competições são abertas aos proprietários de carros da marca, modelos Pajero e L200 4X4. No caso da Mitsubishi Cup e na Graduados do Mitsubishi MotorSports, os prêmios chegam a R$ 330 mil, sendo que todos os concorrentes de todas modalidades participam do sorteio de uma L200 Savana, lançada recentemente, e viagens ao deserto de Tacama, no Chile.A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) supervisiona tecnicamente o evento e as inscrições custam 25 quilos de alimentos não perecíveis, destinados a instituições beneficentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.