Srdjan Suki/EFE
Srdjan Suki/EFE

Maldonado lamenta novo dia ruim na Lotus, mas torce por melhora

Piloto venezuelano aposta que escuderia está no caminho certo para ter uma boa temporada

O Estado de S. Paulo

28 de março de 2014 | 17h39

KUALA LAMPUR - Não tem sido um ano fácil para Pastor Maldonado. O venezuelano, que chegou na Lotus nesta temporada vindo da Williams, parece ter trazido com ele os problemas de sua antiga escuderia. Nos primeiros treinos livres para o GP da Malásia, novamente o piloto novamente sofreu com os problemas do carro ficando na última colocação.

"Nós tivemos muitos problemas hoje. Desde a pré-temporada nos temos dificuldades com a unidade de potência e hoje isso se repetiu. Não é o que queremos mas temos que aceitar e trabalhar ainda mais forte que os outros", disse Maldonado.

Na madrugada de sexta para sábado, o venezuelano terá uma nova chance de tentar reverter a difícil situação da Lotus, que parece destinada a amargar as últimas colocações. "É frustante por que sabemos o tanto de potencial que tem o E22. E chato não poder ir para a pista, mas eu tenho motivação. Sabemos que é uma situação temporária e quando resolvermos os problemas técnicos vamos progredir de forma rápida. Eu sei que a equipe está indo na direção certa", completou.

O terceiro treino livre para o GP da Malásia acontece na madrugada deste sábado, às 2h. O treino classificatório acontece um pouco mais tarde, as 5h. A corrida está programada para o mesmo horário de domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.