Marcos Gomes alcança quinta pole no ano e iguala o próprio pai na Stock Car

Aos 31 anos, Marcos Gomes é o cara a ser batido na atual temporada da Stock Car. Líder do campeonato, o piloto da Voxx Racing alcançou neste sábado a sua quinta pole position no ano e vai largar na frente da etapa de Curitiba (PR), domingo, para tentar ampliar sua folga na ponta.

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2015 | 14h57

Ao chegar à quinta pole, Marquinhos se igualou ao recorde que pertence, entre outros a seu pai. Em 1999, o tetracampeão Paulo Gomes também marcou a pole em cinco oportunidades. Também Ingo Hoffmann (em 1991, 1992, 1993 e 1998), Afonso Giaffone (1979), Xandy Negrão (2000) e Ricardo Maurício (2008) atingiram esse feito.

"É um momento muito especial, e 70% disso devo à equipe que vem fazendo um trabalho excelente nos dois carros. É como sempre digo: a pole não conta pontos, mas ajuda a ser campeão. Deu tudo certo, e agora é esperar que amanhã (domingo) corra tudo bem. Quem sabe possamos conquistar mais uma vitória, mas o mais importante é conseguir abrir mais um pouquinho na frente. Não tem lugar melhor para largar. Nosso carro está bem competitivo", comemorou o piloto.

Em segundo lugar no grid de largada sai seu principal concorrente ao título, o pentacampeão Cacá Bueno, que foi 0s192 mais lento. A distância entre os dois na classificação geral é de 34 pontos: 209 a 175.

"Estou botando pressão no menino. Vamos ver se uma hora ele espana. Ele fez uma linda pole hoje (sábado). Eu não esperava fazer o tempo que fiz hoje, muito menos vê-lo virar o tempo que ele virou. A diferença dele para o terceiro no grid é quase 0s4, bem grande e bem incomum na Stock Car. Então ele está com um desempenho bem acima", elogiou Cacá.

Allam Khodair, que ocupa a quinta colocação na classificação geral, abre a segunda fila ao lado de Átila Abreu. Rubens Barrichello, o quarto na temporada, sai em sexto em Curitiba. Daniel Serra, outro que sonha com o título, foi apenas o 16.º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.