Michael Conroy /AP
Michael Conroy /AP

Marcus Ericsson é 2º sueco a ganhar 500 milhas de Indianápolis da Indy; Tony Kanaan fica em 3° lugar

Após 10 anos, equipe Chip Ganassi volta a faturar a principal prova da categoria no templo do automobilismo dos Estados Unidos

Redação, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2022 | 18h13

Pela segunda vez na história, um piloto da Suécia conquista as tradicionais 500 Milhas de Indianápolis em 106 provas na história. Quem conseguiu o feito neste domingo foi Marcus Ericsson. O compatriota Kenny Brack havia vencido em 1999. O piloto da Chip Ganassi levou a melhor em batalha com o mexicano Pato O'Ward. Seu companheiro, o brasileiro Tony Kanaan, completou o pódio.

Depois de 10 anos, a Chip Ganassi volta a ganhar a principal prova da Fórmula Indy. Com cinco pilotos no grid, teve dois representantes no pódio e fez a festa. Depois de Ericsson derramar o leite da vitória em sua cabeça, o dono da equipe também se deliciou com a tradição aos vencedores.

O brasileiro Helio Castroneves, vencedor do ano passado, terminou no sétimo lugar, superando o companheiro da Meyer Shank Racing, Simon Pagenaud. O atual campeão da IndyCar, Alex Palou, outro piloto da Ganassi, cruzou em décimo.

"Eu não posso acreditar", festejou o sueco ao confirmar a sofrida vitória. "Eu estou tão feliz", prosseguiu o piloto, que travou bela batalha do fim com O'Ward, que buscava um histórico resultado para o povo mexicano.

Por causa de uma bandeira vermelha restando seis voltas, após problema com Jimmie Johnson, a prova teve uma relargada relâmpago, com duas eletrizantes voltas. O sueco levou a melhor para festejar sua primeira vitória nas 500 milhas e a terceira da carreira. Em 2021, Ericsson, de 31 anos, ganhou em Detroit e Nashville.

Quem lamentou não conquistar a vitória neste domingo foi o pole position Scott Dixon, que dominou toda a corrida, mas teve de cumprir uma penalidade por excesso de velocidade no pit stop. "Eu simplesmente errei", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.