Filipe Araújo/Estadão
Filipe Araújo/Estadão

Mark Webber diz que não visitará paddock da Fórmula 1 'tão cedo'

Piloto australiano acaba de deixar a categoria e promete distância dos ambientes

Agência Estado

27 de novembro de 2013 | 12h20

LONDRES - Mark Webber acredita que ainda vai levar um tempo até sentir saudades da Fórmula 1. Após deixar a categoria no GP do Brasil, no domingo passado, o australiano admite que não estava mais feliz na Fórmula 1 e garantiu estar ansioso para seu próximo desafio, o Mundial de Endurance da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

"Em alguns aspectos, será um alívio encerrar finalmente este capítulo. Não estou planejando visitar um paddock de Fórmula 1 tão cedo, mas em duas ou três ocasiões, eu poderia fazer uma visita por ano. Tenho certeza de que estaria mais relaxado", afirma o piloto de 37 anos, que disputou 12 temporadas na Fórmula 1.

"A F1 tem sido o meu ambiente por muito tempo, mas agora é o momento de buscar um novo desafio. E estou ansioso por isso", comenta. O australiano, porém, admite que algumas coisas farão falta quando iniciar sua trajetória no Mundial de Endurance.

Webber reconhece que terá saudade da "precisão" técnica dos carros da F1. "Vou sentir falta de pilotar os carros em alguns dos circuitos mais incríveis do mundo e do nível de precisão. Mas é claro que vou buscar isso também quando estiver com a Porsche", diz, em referência a sua futura equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
velocidadeFórmula 1Mark Webber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.