Vincent Thian/AP
Vincent Thian/AP

Mark Webber diz que Red Bull deverá usar Kers na Malásia

Sistema de recuperação de energia cinética é cogitado por causa das longas retas do circuito

AE, Agência Estado

07 de abril de 2011 | 10h18

O australiano Mark Webber, da Red Bull, afirmou nesta quinta-feira que "não terá dúvidas" em utilizar o Kers - sistema de recuperação de energia cinética - no GP da Malásia neste fim de semana, se a equipe conseguir integrá-lo ao carro para corrida no Circuito Internacional de Sepang.

A Red Bull surpreendentemente não usou o sistema na primeira corrida da temporada 2011 da Fórmula 1, na Austrália, mas mesmo assim conseguiu superar as outras equipes e vencer a prova confortavelmente em Melbourne, no Circuito de Albert Park, com o alemão Sebastian Vettel.

A equipe decidiu não utilizar o Kers na Austrália, mas deverá adotar postura diferente neste fim de semana por conta das longas retas na Malásia. Assim, a Red Bull vai usar o Kers nos treinos livres de sexta-feira para testá-lo com o objetivo de também utilizá-lo na corrida.

"Nós vamos obter um pouco mais de confiança (no sistema) amanhã", disse Webber. "É uma escolha clara. Precisamos do Kers. Se ele funciona de forma confiável e bem nós teremos ele no carro", completou.

Webber disse que a asa traseira regulável será muito mais importante na Malásia do que foi na Austrália. As retas da pista de Sepang estão entre as mais longas do calendário da Fórmula 1, e a nova asa traseira regulável deve fornecer benefícios reais, com as expectativas de muitas ultrapassagens. "Vai ser uma história completamente diferente. Se não funcionar aqui, eu não sei então onde vão funcionar", disse Webber.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.