Mark Webber reprova idéia de motor único na Fórmula 1

O australiano Mark Webber, da Red Bull, foi um dos únicos pilotos a comentar até agora sobre a proposta da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) de adotar um motor único para todas as equipes da Fórmula 1 a partir da temporada 2010. E revelou ser contra a idéia da entidade.Webber reconheceu a necessidade de a categoria cortar custos, como deseja a FIA ao sugerir o motor único, mas acredita que o caminho não é esse. "A Fórmula 1 que eu conheço é baseada na competitividade e espero que continue assim no futuro", afirmou o australiano, que é um dos pilotos mais atuantes no diálogo com a FIA. "Um motor padrão seria decepcionante", admitiu Webber, nesta quinta-feira, em Interlagos, onde disputará o GP do Brasil. Mas ele adiantou que os pilotos quase nunca são ouvidos em discussões como essa. "Se tiver que ser assim, vamos acatar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.