Rungroj Yongrit/EFE
Rungroj Yongrit/EFE

Márquez vence na Tailândia, amplia vantagem e pode ser campeão da MotoGP no Japão

Piloto espanhol chega a perder posição para Rossi, mas ultrapassa veterano e lidera até o fim

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2018 | 08h38

O espanhol Marc Márquez venceu pela sétima vez na temporada, a segunda consecutiva, neste domingo, ao terminar na frente a etapa da Tailândia da MotoGP. Com o resultado, o piloto ampliou sua vantagem na liderança da competição e se aproximou do quinto título mundial de sua carreira, que pode ser conquistado já na próxima corrida.

Márquez chegou a 271 pontos, com ampla vantagem para o vice-líder Andrea Dovizioso, segundo colocado na Tailândia, que tem 194. Para conquistar o título já na próxima etapa, no Japão, no dia 21, o espanhol precisa apenas terminar à frente do italiano.

O triunfo colocou Márquez na história também como primeiro piloto a vencer na Tailândia, uma vez que o país entrou no calendário da MotoGP apenas nesta temporada. No sábado, o espanhol já havia se destacado ao se tornar o primeiro piloto da categoria a faturar a pole position vindo do Q1.

Márquez manteve a ponta da corrida após a largada neste domingo, mas logo foi ultrapassado por Valentino Rossi, que largara em segundo. Não demorou, porém, para o italiano ser ultrapassado novamente pelo espanhol e também por Dovizioso, que, a partir daí, passaram a brigar pelo triunfo.

Maverick Viñales até tentou uma investida final e ultrapassou Rossi, completando a prova em terceiro e deixando o italiano em quarto, mas pouco ameaçou a disputa pela liderança.

Em três oportunidades, Márquez conseguiu a ultrapassagem sobre Dovizioso, mas apenas para perder a ponta logo na sequência. Na última volta, porém, o espanhol conseguiu assumir a liderança. Desta vez, foi o italiano que tentou, já na curva final, mas Márquez aplicou um "X" e garantiu o 42.ª vitória na MotoGP.

Se Dovizioso é o único que pode tirar o título de Márquez, Rossi, com 172 pontos, e Viñales, com 146, ainda sonham com o vice da temporada. A MotoGP volta à ação no dia 21, em Motegi. Depois, restarão apenas três provas até o fim do Mundial, na Austrália, na Malásia e na Espanha.

 

 

Mais conteúdo sobre:
MotoGP [motovelocidade] Marc Márquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.