Marussia anuncia Max Chilton como novo piloto reserva

A Marussia anunciou nesta quinta-feira que o inglês Max Chilton, de 21 anos, foi contratado como novo piloto reserva da escuderia para as últimas seis etapas do Mundial de Fórmula 1. Ele irá iniciar o seu trabalho no início de novembro, no GP do Japão, marcado para o dia 7, em Suzuka.

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2012 | 09h33

Chilton foi promovido de membro do programa de formação de jovens pilotos da Marussia para novo reserva da escuderia em meio aos preparativos para o GP de Cingapura, que será realizado neste domingo, no circuito Marina Bay. O inglês, que atualmente corre na GP2, comemorou a chance que terá de mostrar serviço na maior categoria do automobilismo mundial.

"Estou muito feliz por ganhar esta fantástica oportunidade de fazer parte da Marussia pelo restante da temporada 2012. Minha experiência com a equipe em Silverstone para o teste de pilotos novatos foi um grande aperitivo sobre como funciona a F1, e estou muito animado por estar preparado para estender esse relacionamento de trabalho como piloto reserva nos eventos restantes da F1 neste ano", ressaltou Chilton, que compete pela equipe Marussia Carlin na GP2.

O jovem inglês assumirá na Marussia o posto que antes era ocupado por Maria de Villota, que sofreu um gravíssimo acidente durante um teste realizado pela equipe na pista da base aérea de Duxford, no início de julho. A espanhola se chocou em alta velocidade com um caminhão de apoio da própria equipe e, por causa da violência da batida, ela perdeu o seu olho direito. Villota passou por mais de uma cirurgia após o acidente e por isso não pôde seguir trabalhando como piloto reserva da escuderia.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1MarussiaMax Chilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.