Marussia confirma que Luiz Razia não treinará em Barcelona

Escuderia justificou apenas que o inglês Max Chilton precisa ganhar 'consistência'

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 19h53

BARCELONA - A Marussia confirmou nesta quinta-feira que o brasileiro Luiz Razia não treinará novamente nesta segunda sessão de testes da pré-temporada da Fórmula 1, realizada no Circuito da Catalunha, em Barcelona.

Inicialmente, o piloto estaria escalado para guiar o modelo MR02-Coswoth da equipe no primeiro e quarto dias desta bateria de testes. Razia, no entanto, não foi para a pista no dia de abertura, na terça-feira. E nem irá nesta sexta-feira, última dia nesta sessão.

Sem dar maiores explicações, a Marussia justificou apenas que o inglês Max Chilton, parceiro de Razia na equipe, precisa de mais tempo na pista para ganhar "consistência". "Como ele não conseguiu dar muitas voltas seguidas, faz sentido manter Max no carro para ter consistência".

Chilton, segundo a equipe, também poderia aproveitar a mudança de tempo para aprender como o carro se comporta sob chuva. "Ele vai continuar no carro amanhã [sexta-feira], um dia em que o clima deve interferir nos testes".

A ausência do brasileiro na pista da Catalunha, nesta semana, levanta preocupação sobre a situação do piloto na equipe nanica, que depende quase totalmente dos patrocinadores dos seus pilotos para seguir na Fórmula 1. Acredita-se que questões burocráticas teriam atrapalhado o pagamento do patrocínio à Marussia.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1MarussiaLuiz Razia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.