Massa comemora aprendizado na Ferrari

Demonstrar dotes de velocidade excepcionais. Marcar pontos na sua segunda corrida na F1. Chegar entre os seis primeiros quatro vezes na temporada de estréia, somando quatro pontos diante de sete do bem mais experiente companheiro de equipe, Nick Heidfeld. Nem mesmo esse bom retrospecto em 2002 fez Peter Sauber manter Felipe Massa no seu time este ano. E o que parece uma ?injustiça?? acabou sendo uma enorme conquista para o jovem piloto de 22 anos. A ?punição?? recebida por Massa é a que a grande maioria dos seus jovens colegas gostaria de receber como prêmio: freqüentar a fantástica escola de piloto de testes da Ferrari com a ótima perspectiva de poder vir a ser titular da Scuderia di Maranello.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.