Massa: corrida negativa, mas tudo recomeça na Malásia

Esta é a expectativa do piloto da Ferrari, que espera por um carro mais resistente para o próximo GP

Livio Oricchio, Enviado Especial - O Estado de S. Paulo

16 de março de 2008 | 07h44

O abandono na 29.ª volta do Grande Prêmio da Austrália por uma quebra de motor fez com que Felipe Massa e a Ferrari avaliassem o fim de semana de estréia na temporada 2008 da Fórmula 1 como ruim. Mesmo tendo saído de pista e participado de dois acidentes - um sozinho, logo na largada, e outro ao ser atingido por David Coulthard -, o piloto brasileiro tem a esperança de que tudo vai mudar na próxima corrida, o GP da Malásia, domingo que vem.Veja também: Hamilton vence GP da Austrália em corrida ruim para brasileiros"Foi uma corrida 100% negativa, para os dois carros, um início de temporada que ninguém imaginava aqui na Ferrari. Tivemos três motores quebrados aqui. O que tem de ser feito agora é um trabalho para o carro não quebrar. Espero na Malásia começar um novo campeonato", afirmou Massa, na entrevista coletiva no paddock logo após a corrida. Sua avaliação sobre o desempenho de corrida foi que tudo correu bem, mesmo com o desfecho ruim. "No começo, para falar a verdade, eu larguei bem, coloquei o carro por dentro, fiz a curva, só que em vez de entrar a primeira marcha passou a terceira, o carro saiu de traseira, e acabei batendo. Depois, o Coulthard achou que estava sozinho. O consolo é que quando tinha pista livre, o desempenho era bom".Ao ser questionado sobre a imagem de ser um piloto que tem uma imagem de muitos erros na Fórmula 1, Massa deu ombros na resposta. Riu e disse: "Não tem importância [a imagem negativa]. Metade dos jornalistas não entende nada de Fórmula 1". 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Felipe MassaFerrari

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.