Stefano Rellandini/Reuters
Stefano Rellandini/Reuters

Massa descarta ajudar Alonso e promete 'ir para cima'

Fora da Ferrari em 2014, brasileiro admite que está mais confortável para as últimas provas

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2013 | 14h25

MONTECARLO - Com os dias contados na Ferrari, já que não permanecerá para a próxima temporada, o brasileiro Felipe Massa quer encerrar sua passagem pela equipe com bons resultados, e não parece disposto a aproveitar as últimas corridas do Mundial de Fórmula 1 para ajudar seu companheiro, Fernando Alonso, na briga pelo título. O espanhol é o segundo colocado, com 169 pontos, e luta para tirar a diferença para o líder Sebastian Vettel, que tem 222.

Perguntado sobre a possibilidade de ser escudeiro de Alonso nas sete provas restantes do calendário, Massa descartou. "Agora vou para cima", disse, em entrevista à TV Globo. O objetivo do piloto é voltar a vencer na categoria, o que não acontece desde o GP do Brasil de 2008, na prova em que acabou perdendo o título da temporada para Lewis Hamilton.

Massa admitiu que o anúncio de sua saída da Ferrari o deixou mais confortável para estas últimas provas. O futuro do piloto na categoria é incerto, mas ele rechaça qualquer possibilidade de deixar o automobilismo no fim do ano. "Não estou encerrando por aqui minha carreira", apontou.

Com a ida de Kimi Raikkonen para a Ferrari, como seu substituto, Massa admitiu que as conversas para se transferir para a Lotus, onde ocuparia justamente o lugar do finlandês, estão encaminhadas. O brasileiro ainda revelou ter sido procurado pela McLaren, mas parece mesmo mais animado com a possibilidade de pilotar o carro que foi de Raikkonen em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.