Divulgação/Ferrari - 11/2/2011
Divulgação/Ferrari - 11/2/2011

Massa espera que Ferrari não eleja piloto principal no início da temporada

Se o fizesse, 'negaria uma das duas possibilidades de lutar pelo campeonato' da F1 2011

Efe

14 de fevereiro de 2011 | 09h54

ROMA - O piloto brasileiro de Fórmula 1 Felipe Massa espera que a escuderia italiana Ferrari, pela qual corre ao lado do espanhol Fernando Alonso, não eleja um primeiro piloto até as últimas corridas do campeonato de 2011.

Em entrevista publicada nesta segunda-feira no jornal italiano La Stampa, Massa revelou que no início da nova temporada a equipe não pode eleger um piloto como primeira opção porque, se o fizesse, "negaria uma das duas possibilidades de lutar pelo campeonato".

O brasileiro se mostrou feliz por ter conseguido o melhor tempo da Ferrari nos treinamentos em Jerez (Espanha), embora admita que é inútil fiar-se nos tempos da pré-temporada.

Massa disse estar se preparando para disputar um "bom campeonato" em 2011 e reconheceu que voltar a utilizar os pneus Pirelli - em vez dos Bridgestone, favoritos de Alonso - é uma mudança que o "agrada", porque se adaptam melhor a sua forma de dirigir.

Com relação aos maus resultados da temporada passada, o piloto assumiu "toda a responsabilidade" pelos erros cometidos, embora tenha ressaltado que para 2011 está capacitado a vencer.

"Contam minhas capacidades, eu sei vencer. Vencer corridas e também o campeonato", afirmou Massa, acrescentando que a asa móvel da nova Ferrari F150th Italia é uma aposta "eficaz".

Sobre os demais automóveis e escuderias, o brasileiro destacou que o carro mais original deste ano é o da McLaren e que o Red Bull continua sendo um rival forte.

Massa também refletiu sobre o acidente sofrido recentemente por Robert Kubica, enquanto corria um rali e explicou que o fez "muito mal" ver as imagens porque o lembraram que ele mesmo sofreu em 2009.

"Tenho a experiência para saber o que significa. Desejo que se recupere em breve como pessoa e depois como piloto, porque na pista vivemos nossa paixão", sentenciou Massa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.