AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL
AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL

Massa mostra otimismo após dia complicado: 'Muito chão pela frente'

Brasileiro teve problemas para ajustar seu carro em Interlagos

FELIPE ROSA MENDES, Estadão Conteúdo

13 de novembro de 2015 | 17h33

Felipe Massa deixou a pista do Autódromo de Interlagos insatisfeito com seu desempenho nesta sexta-feira, ao fim do segundo treino livre do GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Williams sofreu para buscar o equilíbrio do carro no asfalto no primeiro treino, quando foi apenas o 17º mais rápido, e teve pouca evolução na segunda sessão. Marcou o 10º tempo.

"Foi um dia complicado. Tive problemas na primeira sessão, quando o carro não parava na pista. Na segunda sessão, melhoramos um pouco, com pneu macio. Sem dúvida, não foi um bom dia", avaliou o brasileiro, que completou 42 voltas no circuito na segunda sessão, debaixo de leve chuva - na primeira foram apenas 24 giros.

Assim como boa parte dos pilotos, Massa teve dificuldade em lidar com a baixa aderência do traçado. "A pista estava muito escorregadia hoje. Fomos um pouco melhor do meio para o final [do segundo treino], mas, até a pista começar um pouco de ''grip'', a gente sofreu demais. Mas não foi só a gente. Vi outras equipes sofrendo também com o desgaste do pneu traseiro."

Apesar do dia "complicado", o piloto acredita que a Williams terá tempo de fazer os devidos ajustes no carro para se recuperar no treino classificatório deste sábado. "Ainda tem muito chão pela frente. Vamos trabalhar muito até amanhã", afirmou o brasileiro, que aposta nos ajustes para reduzir o desgaste dos compostos da Pirelli. "Cuidar dos pneus será a chave para domingo. Não será uma corrida fácil."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.