Massa sai ileso de violento acidente

O piloto brasileiro Felipe Massa, da Sauber, fechou a quinta-feira com o terceiro melhor tempo nos testes que sete equipes da Fórmula 1 realizam no circuito de Jerez de la Frontera, mas levou um dos maiores sustos de carreira. Ao entrar na curva 5 a uma velocidade estimada de 220 km/h e em 4ª marcha, a roda traseira esquerda quebrou. Depois de rodar, o carro se chocou de traseira contra uma barreira de pneus a cerca de 150 km/h. ?Eu diria que essa batida ficou em torno de 3,5 numa escala Richter de impacto de um a cinco?, brincou Massa. Apesar da violência do impacto, o brasileiro deixou o cockpit sem auxílio e sequer precisou passar pelo centro médico do autódromo. ?Já passei por sustos maiores. Como rodei depois que a roda partiu, a violência acabou atenuada. A equipe está investigando as causas do problema. Não tenho a menor idéia do que possa ter acontecido?, afirmou ele, segundo a sua assessoria de imprensa.Massa estava trabalhando na avaliação dos pneus Michelin para as próximas provas no momento do acidente. ?Eu já havia praticamente concluído a avaliação dos pneus para o GP da Hungria e passado dois jogos. Ficou faltando experimentar os pneus para o GP da Alemanha e a simulação de corrida que eu deveria fazer à tarde. Até então, tudo estava transcorrendo bem, tanto que fiquei com a melhor volta durante muito tempo?, explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.