Massa se diz confiante em seguir na Ferrari em 2014

Mark Webber deu início aos rumores sobre a "dança das cadeiras" entre os pilotos da Fórmula 1 nesta quinta-feira ao anunciar sua saída da Red Bull em 2014. A notícia levou a especulações sobre seu substituto e pautou todas as entrevistas às vésperas do GP da Inglaterra, em Silverstone. Felipe Massa, que não tem contrato para 2014 assim como Webber, também foi questionado sobre seu futuro e mostrou confiança em seguir na Ferrari.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2013 | 16h12

"Acho que tenho uma boa chance de permanecer aqui. Tenho que trabalhar e buscar bons resultados porque, no fim das contas, são os resultados que contam. E estou confiante em ir bem nas corridas até o fim da temporada", disse o brasileiro, que espera renovar seu contrato neste segundo semestre. "Não acho que levará muito tempo [para o acerto]".

A confiança de Massa tem fundamento. Recentemente, o chefe da equipe, Stefano Domenicali, afirmou que estava certo sobre a renovação com o brasileiro. Ele praticamente assegurou a permanência da dupla formada por Massa e pelo espanhol Fernando Alonso.

Mesmo sem estar garantido em 2014, o brasileiro comentou sobre seu futuro pós-Fórmula 1, ao ser questionado sobre a saída de Webber da categoria. "Não sei o que farei quando sair da F1. Mas ainda vou querer correr. Não sei como seria correr em outras provas, como em Le Mans. Provavelmente eu vou preferir provas mais curtas, como a DTM [corrida de carros de turismo da Alemanha]", afirmou.

Contudo, o brasileiro evitou projetar o fim de sua carreira na Fórmula 1. "Mas não faço ideia de quando vou tomar essa decisão. Espero que eu ainda tenha muitos anos aqui para lutar por vitórias e títulos", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da InglaterraMassa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.