JEFF PACHOUD/AFP PHOTO
JEFF PACHOUD/AFP PHOTO

Matthews ganha 16ª etapa da Volta da França e Froome segue na liderança

Irlandês Dan Martin perde 51 segundos e cai da quinta para a sétima posição na classificação geral

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2017 | 13h42

O australiano Michael Matthews conquistou nesta terça-feira a sua segunda vitória na edição de 2017 da Volta da França ao triunfar na 16ª etapa, disputada em um percurso de 165 quilômetros entre Le Puy-en-Velay e Romans-sur-Isère, sendo que, ao seu término, o britânico Chris Froome manteve a camiseta amarela, destinada ao líder na classificação geral.

Apesar dos ventos que atrapalharam os ciclistas nos 30km finais, os favoritos cruzaram a linha de chegada com o mesmo tempo. Assim, Froome manteve a sua vantagem de 18 segundos para o italiano Fabio Aru, de 23s para o francês Romain Bardet e de 29s para o colombiano Rigoberto Urán.

A segunda vitória de Matthews em três etapas, definida em 3h38min15, foi importante para o australiano na briga pela camiseta verde, destinada ao maior pontuador da Volta da França, pois o aproximou do seu detentor nesse momento, o alemão Marcel Kittel, que soma 373, 29 a mais do que ele.

Matthews se destacou em uma ligeira subida a 500 metros da linha de chegada e acelerou depois que Greg Van Avermaet lançou o sprint. O australiano também resistiu ao ataque tardio do norueguês Edvald Boasson Hagen, prevalecendo por uma roda. O alemão John Degenkolb completou o pódio.

O grande perdedor do dia em que foi retomada a Volta da França - a segunda-feira foi de folga - acabou sendo o irlandês Dan Martin, que começou a etapa em quinto lugar, mas perdeu 51 segundos e caiu para a sétima posição na classificação geral, a 2min03 de Froome.

A expectativa é para que a batalha pela camiseta amarela esquente nesta quarta-feira, com a disputa da primeira de duas etapas nos Alpes. Os ciclistas vão percorrer 183 quilômetros entre La Mure e Serre Chevalier com quatro escaladas, incluindo uma subida de quase 12 quilômetros ao Col du Galibier, uma das mais temidas da Volta da França.

Tudo o que sabemos sobre:
CiclismoVolta da França

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.