McLaren anuncia mudanças em sua estrutura para a nova temporada

Escuderia não demite ninguém, mas promove reposicionamento de alguns de seus membros

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 15h53

WOKKING - Depois de ver os pilotos da Red Bull e Fernando Alonso, da Ferrari, brigarem diretamente pelo título na fase final do campeonato de 2010 da Fórmula 1, a McLaren resolveu anunciar, nesta quinta-feira, mudanças estratégicas em seu corpo técnico para a temporada de 2011. Embora não tenha promovido demissões, a escuderia promoveu um reposicionamento de alguns de seus membros.

Entre as mudanças está o fato de que Paddy Lowe, ex-diretor de engenharia, será o novo diretor técnico da equipe, enquanto Tim Goss, antes engenheiro-chefe, assumirá o cargo de Lowe. Nas novas funções, os dois seguirão auxiliando Neil Oatley, mantido como diretor de programas de design e desenvolvimento.

"É ótimo para Neil e eu nos juntarmos a Tim com outro diretor no lado técnico", afirmou Lowe, que depois acrescentou: "Seremos capazes de não apenas divulgar de forma mais eficiente o nosso trabalho, mas de dividir mais a nossa participação nas corridas".

Goss, por sua vez, admitiu que estava sobrecarregado depois da saída de Pat Fry para a rival Ferrari. "Houve uma mudança de responsabilidades dentro do time, já que eu não posso fazer o trabalho de duas pessoas. Como diretor de engenharia, meu papel será o de coordenar uma equipe de engenheiros que são responsáveis pela especificação, desenho e desenvolvimento dos nossos carros", revelou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1McLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.