McLaren dará mesmo tratamento a Alonso e Hamilton no Brasil

Equipe inglesa afirma, em comunicado, que sempre procurou tratar da mesma maneira seus dois pilotos

Efe,

10 de outubro de 2007 | 13h42

A equipe McLaren prometeu nesta quarta-feira igualdade de condições aos seus dois pilotos, o inglês Lewis Hamilton e o espanhol Fernando Alonso, no Grande Prêmio do Brasil, fechando o Mundial de Fórmula 1 no próximo dia 21. "Após as insinuações que apontam que poderia não existir igualdade de tratamento a Fernando e Lewis, a equipe quer deixar absolutamente claro que sua política será a mesma", disse uma nota divulgada pela escuderia. "Esta política de igualdade foi adotada durante todo o ano e a McLaren fará o que estiver sob seu controle para que os dois pilotos tenham as mesmas chances de vencer em termos de igualdade nos carros, motores, estratégias e utilização de recursos", completa a nota. Hamilton chegará ao circuito de Interlagos na liderança do Mundial, com 107 pontos, quatro à frente de Alonso e sete em relação ao finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1McLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.