McLaren defende desempenho de Kovalainen na Itália

A McLaren defendeu nesta terça-feira odesempenho do piloto Heikki Kovalainen, depois que o finlandêsperdeu para Sebastian Vettel, da Toro Rosso, no Grande Prêmioda Itália no último final de semana. "Heikki não tem motivos para ficar desapontado", disse odiretor da McLaren Martin Whitmarsh em comunicado da equipe. "A verdade é que ele não errou durante todo o fim de semanae esteve muito rápido com a pista seca, úmida, e com elacompletamente molhada", acrescentou. "Ele teve algumas dificuldades com a visibilidade no inícioda corrida e com as temperaturas dos freios e dos pneus, masnão ficamos desapontados com seu resultado", acrescentou. "Não podemos esquecer que Heikki é muito rápido, mas aindaestá desenvolvendo seu caminho. Temos um programa muito bemdefinido para ele para as próximas semanas e meses e estamoscertos de que ele irá apenas ficar mais forte". Kovalainen, que está em seu primeiro ano com a McLarendepois de uma difícil temporada de estréia com a Renault,venceu o Grande Prêmio da Hungria no mês passado, mas está forada batalha pelo campeonato. O britânico Lewis Hamilton, companheiro de Kovalainen naMcLaren, venceu 4 das 14 corridas até agora e lidera ocampeonato com 78 pontos, um a mais que o brasileiro FelipeMassa, da Ferrari. Kovalainen tem 51 pontos e é o sexto naclassificação. O finlandês deixou clara a sua decepção em Monza nodomingo, depois que Vettel, de 21 anos, liderou a prova desde apole position para se tornar o mais jovem vencedor da Fórmula1. "Sinto que deveríamos ganhar", disse. "Não tive aderênciapara ir mais rápido, foi simples assim. Foi bem difícil, paraser honesto, na corrida toda. Não foi possível conseguirmais". (Reportagem de Alan Baldwin)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.