Toni Alibir/Reuters
Toni Alibir/Reuters

McLaren diz que Alonso está consciente e ficará em observação

"Alonso se encontra consciente e fala durante translado. Piloto é levado ao hospital como medida de precaução", informa equipe

Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2015 | 12h52

Não deve ter maiores consequências o forte acidente sofrido por Fernando Alonso, neste domingo, no Circuito da Catalunha, em Barcelona. A McLaren explicou que o piloto, que correrá esta temporada pela pela equipe inglesa, depois de sair da Ferrari, foi levado consciente, de helicóptero, a um hospital da região.

"Alonso se encontra consciente e falou durante todo o translado. Ele foi levado ao centro hospitalar como medida de preocupação", informou a McLaren. O espanhol inicialmente foi socorrido por uma ambulância após bater forte entre as curvas 3 e 4 do circuito em que a Fórmula 1 realiza sua segunda série de treinos coletivos.

Mateu Bonciani, diretor de comunicação da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), explicou que Alonso recuperou a consciência antes de ser levado de helicóptero. De acordo com ele, o espanhol está em um hospital por conta do protocolo que garante o acompanhamento do estado de saúde dos pilotos "com máxima tranquilidade".

Já Luis Garcia Abad, representante de Alonso, informou que o piloto deverá ficar entre 24 e 48 horas em observação. Como, por procedimento protocolar, os comissários usam panos para impedir que o socorro a um acidentado na Fórmula 1 seja acompanhado pela imprensa, não se sabe se Alonso sofreu lesões no corpo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.