McLaren diz que Kovalainen pode voltar no GP da Turquia

Após susto, chefão da McLaren afirma que o piloto finlandês passa bem; ele fica mais uma noite no hospital

Agência Estado,

28 de abril de 2008 | 09h45

O finlandês Heikki Kovalainen ficará mais um dia no hospital, depois de sofrer um grave acidente no GP da Espanha, quarta etapa do Mundial de Fórmula 1. De acordo com boletins médicos, o piloto da McLaren passa bem, mas passará a noite na unidade médica para fazer novos exames e realizar testes de rotina. A alta inicialmente estava prevista para esta segunda-feira. "Estou feliz com o progresso de Heikki. Considerando o acidente que ele sofreu, está se recuperando muito bem", avaliou Aki Hintsa, médico da equipe. Ron Dennis, sócio da McLaren, afirmou que - de acordo com os resultados dos primeiros exames - é possível que o piloto volte às pistas já no GP da Turquia, próxima etapa do Mundial, no dia 11 de maio.  "Os exames não constataram nenhuma lesão. Não houve danos físicos a ele, e nenhum trauma no cérebro. Ele está completamente bem", afirmou o dirigente inglês. "Não sou médico, mas falei com o médico que o atendeu e estamos otimistas sobre a participação de Heikki na próxima corrida." Kovalainen saiu da pista a 240 km/h, depois de um problema na roda dianteira esquerda do carro. A McLaren ainda estuda qual foi a causa do estouro de pneu que deixou o carro sem controle e fez com que se chocasse de forma violenta contra uma barreira de proteção.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1McLarenHeikki Kovalainen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.