Andreas Solaro/AFP
Andreas Solaro/AFP

McLaren garante intenção de manter Button em 2016

'Não vamos esperar até o fim do ano desta vez', diz chefe da equipe

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2015 | 11h33

A McLaren garante ter a intenção de repetir a sua dupla de pilotos na próxima temporada da Fórmula 1, mantendo o inglês Jenson Button como parceiro do espanhol Fernando Alonso em 2016. Ao menos é o que garantiu Éric Boullier, o chefe da equipe, garantindo o favoritismo do britânico para permanecer na vaga.

O contrato de Button se encerra neste ano, mas possui uma cláusula que permite a sua renovação, como explicou Boullier, garantindo que a McLaren pretende definir a situação rapidamente. "Há obviamente uma data para a opção sobre Jenson e sabemos que não vamos esperar até o fim do ano desta vez", afirmou o dirigente em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

A situação, no entanto, não está definida, pois dois jovens pilotos ligados à McLaren estão em busca de espaço no grid. São os casos do dinamarquês Kevin Magnussen, que foi titular da equipe na temporada 2014 e cedeu seu lugar a Alonso em 2015, e do belga Stoffel Vandoorne, que lidera o campeonato da GP2.

Assim, Boullier admitiu que a McLaren tem uma equação complicada a resolver, pois não pretende perder esses jovens pilotos. "Até agora temos a intenção de manter os pilotos (titulares) que temos, mas eu não sou o único a decidir", continuou. "Nós faremos o máximo que podemos para que Kevin e Stoffer possam correr na Fórmula 1", acrescentou.

Campeão mundial em 2009, Button está na McLaren desde 2010 e, assim como Alonso, vem sofrendo com a falta de competitividade do carro em 2015. Nesta temporada, ele somou seis pontos, cinco a menos do que o espanhol, com um oitavo lugar no GP de Mônaco e uma nona colocação no GP da Hungria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.