Twitter / McLaren
Twitter / McLaren

McLaren liga motor Mercedes no novo carro e anuncia lançamento em fevereiro

Equipe inglesa, que tem Daniel Ricciardo e Lando Norris como pilotos, apresentará o veículo em 15 de fevereiro

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2021 | 23h25

Depois da Alfa Romeo, a McLaren foi a segunda equipe da Fórmula 1 a marcar a data de apresentação do seu carro para a temporada 2021 da categoria. O modelo MCL35M será apresentado no dia 15 de fevereiro, contando com um novo motor, fornecido pela Mercedes. A escuderia inglesa deu uma mostra de como será nas redes sociais, ao colocar um vídeo do novo motor após a instalação no chassi.

Nesta temporada, os carros terão poucas mudanças em relação aos da temporada 2020 para evitar gastos muito altos após o impacto financeiro da pandemia de covid-19. A maioria das equipes terá apenas mudanças no assoalho, mas a McLaren fará mais alterações para adaptar o veículo ao motor Mercedes.

"Enquanto todas as outras equipes transportarão a maior parte de seu carro do ano passado para este ano, nossa mudança para o motor da Mercedes significa que não é o nosso caso. Isso gerou uma grande quantidade de mudanças e, essencialmente, estamos construindo um novo carro. O número de novas peças no MCL35M é quase o mesmo de quando construímos o MCL35", afirmou o diretor de produção da McLaren, Piers Thynne.

A McLaren viveu uma de suas fases mais vencedoras na Fórmula 1 com o motor Mercedes, tendo sido bicampeã de pilotos com Mika Hakkinen (1998 e 1999), e, depois, faturado outro título, com Lewis Hamilton em 2008. Após o fim da parceria com a montadora alemã, a equipe entrou numa fase difícil e, só em 2019, começou a se recuperar. Em 2020, foi a terceira no Mundial de Construtores, atrás de Mercedes e Red Bull. Lando Norris e Daniel Ricciardo serão os pilotos da equipe inglesa em 2021.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.