McLaren pensa em novo carro este ano

Os péssimos resultados obtidos na três primeiras etapas do Mundial de F-1 estão levando a McLaren a considerar a possibilidade de construir um novo carro já para este campeonato. Comenta-se que o plano é estrear o modelo que substituiria o atual MP4-19 no GP da Hungria, 13.ª etapa, em agosto. Até agora, a McLaren fez apenas 4 pontos. Foram um 6.º e um 8.º lugares de David Coulthard). Kimi Raikkonen não completou nenhuma prova. A McLaren não confirma oficialmente já estar pensando em um nono modelo. Mas Ron Dennis, o homem forte da equipe, garante: "Logo estaremos de volta?. Possibilidade bastante provável é que a McLaren faça várias modificações significativas no MP4-19. Mas não se deve esquecer que os ingleses já descartaram um carro - o MP4-18, no ano passado - sem ter disputado uma corrida sequer. Com a equipe em baixa, Dennis lembra que nos últimos 20 anos a McLaren quase sempre esteve entre as melhores. Com isso quer mostrar que a equipe tem grande capacidade de reagir. Mas o fato é que o time está em crise. Recentemente, Dennis foi criticado por um funcionário da McLaren, que o acusou de não se preocupar com o desenvolvimento do carro e só pensar no centro tecnológico que a equipe está construindo. E na segunda-feira, Coulthard disse que a falta de empenho de alguns mecânicos e engenheiros pode ser a origem dos problemas da equipe. Outro brasileiro? - O italiano Giorgio Pantano pode perder o lugar na Jordan se não conseguir melhorar seu desempenho até o GP de Mônaco. O substituto seria Jos Verstappen. E a revista Autosprint informou hoje que Augusto Farfus Júnior, que disputa o Europeu de Turismo, pode substituir Timo Glock como terceiro piloto da Jordan em alguns Gps. Nos testes em Barcelona, o espanhol Fernando Alonso, da Renault, foi o mais rápido. Fez 1min15a263 (101 voltas), superando Anthony Davidson, da BAR (1min15s405, 97). Ricardo Zonta treinou com a Toyota e foi o 7.º entre os oito pilotos que andaram. A McLaren ficou em 4.º e 6.º, com Alexander Wurz e Pedro de la Rosa, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.