McLaren renova contrato de Hamilton até 2012

Inglês assina contrato com a equipe e se torna um dos pilotos mais bem pagos da Fórmula 1

ALAN BALDWIN, REUTERS

18 de janeiro de 2008 | 14h50

O novato sensação da temporada passada da F-1, Lewis Hamilton, assinou um novo contrato de cinco anos com a McLaren que estende sua ligação com a equipe até o final da temporada 2012, informou a escuderia nesta sexta-feira. Veja também: Lívio comenta sobre os testes e a temporada da F-1Não foram revelados detalhes financeiros do contrato, que certamente transformará o britânico de 23 anos em um dos mais bem pagos pilotos da categoria, e potencialmente o mais bem pago de todos os tempos. Primeiro piloto negro na história da F-1, Hamilton teve uma incrível primeira temporada em 2007, quando venceu quatro corridas e terminou como vice-campeão, um ponto atrás do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. "Após nosso acordo inicial com Lewis na Fórmula 1, que anunciamos em novembro de 2006, ele superou todas as nossas expectativas para um estreante, mesmo para aqueles da equipe que o conheciam há mais de uma década", disse o chefe da equipe, Ron Dennis, em comunicado. "O anúncio de hoje leva a duração total do nosso relacionamento com Lewis para 15 anos, o que nós acreditamos ser a maior associação entre um esportista e uma equipe na história do esporte, particularmente o automobilismo. Hamilton, que recebe apoio da McLaren desde sua época no kart, disse que a renovação do contrato era uma notícia fantástica. "Enquanto o ano passado foi meu primeiro com a equipe na F1, eu tenho ligação com a McLaren e a Mercedes-Benz desde 1998, e sinto que posso facilmente pilotar por esta equipe durante toda a minha carreira na Fórmula 1."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1McLarenLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.