McLaren revela preocupação com motor de Hamilton

O inglês Lewis Hamilton tem sete pontos de vantagem em relação ao brasileiro Felipe Massa, mas terá uma preocupação extra no GP do Brasil, que decidirá o Mundial de Fórmula 1. O piloto britânico usará o mesmo motor que utilizou no GP da China, ao contrário do que ocorre com o piloto da Ferrari. "Nós estaremos atentos à possibilidade de exploração do motor de Lewis em uma configuração mais segura para que ele tenha um pouco mais de margem do que normalmente", explicou Martin Whitmarsh, chefe-executivo da McLaren. "É algo que fazemos durante toda a temporada, mas, claramente, há uma maior necessidade de ser seguro neste fim de semana", comentou.Neste final de semana, Hamilton, com 23 anos, tentará se tornar o piloto mais jovem a se tornar campeão da Fórmula 1, superando Fernando Alonso, que venceu o Mundial em 2005, com 24. Além disso, vai se tornar o primeiro britânico campeão desde o título de Damon Hill em 1996. "Eu amo este circuito. Todos ficamos sempre felizes por terminar a temporada no Brasil. Há uma verdadeira atmosfera de festa em São Paulo no domingo. É um lugar perfeito para terminar uma grande temporada", afirmou Hamilton que, com um desempenho pífio, perdeu a chance ser campeão da Fórmula 1 no ano passado, em Interlagos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.