Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

McLaren revela que sobreviseira provocou abandono de Alonso

Objeto entrou no duto de freio do carro do piloto espanhol 

Estadão Conteúdo

11 de maio de 2015 | 12h06

Além da falta de competitividade do MP4-30, o carro da McLaren para a temporada 2015 da Fórmula 1, o azar também parece atrapalhar Fernando Alonso no campeonato. Nesta segunda-feira, a equipe inglesa explicou que o problema nos freios que levou ao abandono do seu piloto no GP da Espanha, no último domingo, foi provocado por uma sobreviseira.

De acordo a McLaren, uma sobreviseira tirada por Alonso durante a corrida entrou no duto de freio do seu carro e atrapalhou o funcionamento do dispositivo. Com tal problema, a equipe determinou que o espanhol, que chegou a figurar na sétima colocação durante a prova no circuito de Barcelona, precisou abandonar a disputa.

Na 25ª volta do GP da Espanha, Alonso teve problemas de frenagem, o que o fez seguir para os boxes. Já na área do pit stop, o espanhol não conseguiu parar o seu carro, embora tenha conseguido passar pela duas barreiras de mecânicos que o esperavam sem atingir nenhum deles. Em seguida, deixou a corrida. "Meu pit stop foi um momento assustador, felizmente não feri ninguém", disse Alonso.

Após cinco provas realizadas, a McLaren ainda não somou sequer um ponto na Fórmula 1, no seu pior começo de temporada na história. A equipe tentará começar a reverter esse cenário em 24 de maio, quando será realizado o GP de Mônaco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.