Clive Rose/AFP
Clive Rose/AFP

McLaren troca motor e Alonso vai largar do fundo do grid no México

Pierre Gasly, da Toro Rosso, também vai perder cinco posições no grid

Estadao Conteudo

27 Outubro 2017 | 14h34

Os pilotos da McLaren não terão vida fácil no domingo, no GP do México de Fórmula 1. Nesta sexta-feira, a equipe inglesa confirmou que vai trocar componentes da unidade de potência tanto do espanhol Fernando Alonso quanto do belga Stoffel Vandoorne. Como consequência, ambos sofrerão punições no grid de largada de domingo.

Por conta das diversas mudanças nos componentes do motor, o bicampeão mundial perderá 20 posições no grid. Vandoorne vai sofrer sanção ainda mais pesada, de 35 lugares. Na prática, a dupla vai largar da última fila, a não ser que outros pilotos venham a levar punições ainda mais severas.

+ GP do Brasil de F-1 já tem setor com ingressos esgotados

+ Verstappen admite exagero em críticas, mas reitera que merecia pódio nos EUA

"Com certeza será um fim de semana desafiador para nós. Estou esperando uma largada do fundo do grid por causa dos problemas no motor que tivemos em Austin, nos Estados Unidos", disse Alonso, referindo-se à etapa passada do campeonato. "Mas, por outro lado, pudemos testar vários componentes nos EUA e esperamos contar com eles no México."

Além da dupla, outro piloto a ser punido no fim de semana será o francês Pierre Gasly. O piloto da Toro Rosso vai perder cinco posições no grid de largada por trocar um dos componentes do seu carro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.