Médico decidirá se Ralf vai correr

O piloto alemão Ralf Schumacher deverá passar por uma revisão médica antes de ser liberado para correr o GP de Itália que será disputado no dia 14, em Monza. O piloto da Williams ainda sente dores de cabeça, conseqüência do acidente que sofreu no circuito italiano na semana passada, durante testes de pneus.?Em princípio ele está muito bem, porém, ainda sente dores de cabeça?, disse o assessor do piloto, Thomas Hofmann. Ralf fará os exames na quarta-feira.Na última terça-feira, o carro do alemão saiu da pista e pegou fogo após um choque. Ele foi levado de helicóptero para um hospital próximo, onde ficou em observação por cerca de 24 horas. O piloto da Williams é o quarto colocado na classificação geral, com 14 pontos atrás de seu irmão, Michael, da Ferrari.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.