Médicos vetam Firman no GP da Itália

Enquanto o alemão Ralf Schumacher foi liberado pelos médicos para disputar o GP da Itália de Fórmula 1, o irlandês Ralf Firman não teve a mesma sorte. Ainda se recuperando do acidente na Hungria, o piloto da Jordan não recebeu a permissão para voltar às pistas nesta etapa do campeonato, com treinos a partir de sexta-feira, em Monza.O acidente de Firman aconteceu ainda nos treinos para o GP da Hungria, última etapa do Mundial. Na ocasião, ele foi substituído pelo húngaro Zsolt Baumgartner, mas ainda não foi definido quem correrá em seu lugar em Monza.Segundo o médico da FIA, Syd Watkins, que examinou Firman nesta quinta-feira, o piloto irlandês ainda apresenta problemas no ouvido, o que o faz perder o equilíbrio em algumas ocasiões. Por isso, decidiu vetar sua participação na prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.