Mercado da Fórmula 1 começa a se agitar

A cara da Fórmula 1 em 2004 começou a se definir sexta-feira em Silverstone. As negociações entre empresários de pilotos e chefes de equipe, já oficiais, deram a largada para mais um jogo, que não deverá terminar antes do fim da temporada, dia 13 de outubro, no Japão.O GP da Grã-Bretanha mostrou que, salvo grande surpresa, não deverá haver mudanças nas quatro primeiras colocadas entre os construtores, Ferrari, Williams, McLaren e Renault. A Toyota também não pensa em mudar. Assim, as novidades atingirão as demais equipes: BAR, Jaguar, Jordan, Sauber e Minardi.Giancarlo Fisichella deve trocar a Jordan pela Sauber, que pode ter novamente Felipe Massa como piloto. A BAR deve perder Jacques Villeneuve. A Jaguar, salvo performances irretocáveis de Antonio Pizzonia nas próximas duas ou três etapas, irá substituí-lo. A direção do time da Ford gostaria de ter David Coulthard ou Nick Heidfeld. Outra opção é o inglês Justin Wilson, da Minardi.A Jordan deve trocar o motor Ford pelo Mercedes, ao custo de US$ 10 milhões por ano. E Heidfeld é o nome mais cotado para correr lá.

Agencia Estado,

19 de julho de 2003 | 14h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.