Mercedes aposta que carros da F1 serão bem mais barulhentos em 2016

Os fãs de Fórmula 1 terão um motivo extra para acompanhar as provas em 2016. De acordo com o chefe-técnico da Mercedes, Paddy Lowe, os carros serão significativamente mais barulhentos na próxima temporada. A falta de um ruído maior foi alvo de reclamações dos torcedores durante o último campeonato.

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2016 | 15h49

O advento dos motores híbridos em 2015 provocou uma queda nos níveis de barulho dos carros. Por isso, para 2016, a Federação Internacional de Automobilismo determinou mudanças no layout do escapamento - agora, eles terão duas saídas. E Lowe aposta que isso trará efeitos imediatos.

"Vamos ver quanto mais alto vai ser, mas algumas medições foram feitas nos laboratórios e elas mostraram um aumento significativo", disse Lowe em um vídeo divulgado pela Mercedes. "A razão para isso é que a válvula de descarga estava causando uma espécie de silenciamento na saída do escape, portanto, removendo-o, teremos menos silenciamento acontecendo no fluxo principal", explicou.

O efeito das mudanças poderá ser sentido pela primeira vez entre os dias 23 e 25 de fevereiro, no primeiro período de testes da Fórmula 1, no circuito de Barcelona na Espanha. O campeonato será aberto em 20 de março, quando será realizado o GP da Austrália, no circuito de Melbourne.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.