Mercedes/Divulgação
Mercedes/Divulgação

Mercedes critica pontuação dobrada em prova final da Fórmula 1

Diretor executivo da escuderia afirma que os torcedores não aprovaram a mudança no regulamento

Agência Estado

29 de janeiro de 2014 | 10h49

JEREZ DE LA FRONTERA - A mudança no regulamento da Fórmula 1 para o campeonato de 2014 ganhou uma oposição nesta quarta-feira. O diretor executivo da Mercedes, Toto Wolff, defendeu que a Fórmula 1 reconsidere a sua decisão de atribuir o dobro de pontos na última corrida da temporada.

Depois do alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, conquistar com facilidade o tetracampeonato mundial no ano passado, com três corridas de antecedência, a Fórmula 1 decidiu mexer nas regras, dobrando os pontos para a prova final, em uma ação que visa manter fãs e telespectadores interessados até o encerramento da temporada.

Wollf avaliou que os torcedores não aprovaram a mudança no regulamento. "Noventa e nove porcento dos fãs pensam que foi errado mudar. Então talvez seja a hora de revisar isso", disse o dirigente, ressaltando, porém, que havia "alguns argumentos" para dobrar os pontos. "Se temos a mesma situação, você pode adicionar um pouco de tempero", disse Wolff. "Quando o público cair, você tem que fazer alguma coisa".

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, disse que a mudança "não é boa", reconhecendo, porém, que "talvez isso mantenha as coisas interessantes". E a alteração no regulamento havia sido criticada anteriormente por Vettel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.