Eddie Keogh / Reuters
Eddie Keogh / Reuters

Mercedes e McLaren anunciam datas do lançamento dos seus carros para 2018

Alem das duas, apenas Ferrai anunciou data do lançamento até agora

Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2018 | 12h30

Mercedes e McLaren anunciaram nesta quinta-feira as datas do lançamento dos seus carros para a temporada 2018 da Fórmula 1. Atual campeão dos Mundiais de Pilotos e de Construtores, a Mercedes apresentará seu modelo novo no dia 22 de fevereiro, mesma data do lançamento da rival Ferrari.

+ Williams acerta com Sirotkin para a vaga de Massa e Kubica será piloto reserva

+ Blog Conversa de Pista: Fórmula-1 economiza dinheiro e palavras

No mesmo dia, a equipe mandará à pista o modelo F1 W09 EQ Power+ pela primeira vez, no chamado "shakedown", no tradicional Circuito de Silverstone. Pelas regras da Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton e o finlandês Valtteri Bottas poderão completar 100km no traçado, usando pneus de demonstração.

A decisão de fazer o lançamento na mesma data da Ferrari pode ter sido um recado ao time italiano. Nesta temporada, a Mercedes pode alcançar o recorde de cinco títulos seguidos, tanto no Mundial de Pilotos quanto no de Construtores, que pertence à Ferrari.

A McLaren fará sua apresentação no dia seguinte, 23 de fevereiro. Será o modelo MCL33, que deve dar sequência ao anterior, o MCL32, que exibiu forte avanço em termos de aerodinâmica ao longo de 2017.

Será o primeiro carro da equipe com os motores Renault, que vão substituir a Honda. A fornecedora japonesa foi dispensada no fim do ano passado em razão do fraco rendimento ao longo de três temporadas, em que a McLaren deixou a briga pela liderança para se preocupar com as últimas colocações no grid.

Por enquanto, somente três equipes anunciaram as datas do lançamento dos seus carros: Ferrari, Mercedes e McLaren. As apresentações vão acontecer às vésperas do início dos primeiros testes da pré-temporada, marcada para o dia 26 de fevereiro, em Barcelona.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Mclaren Mercedes-Benz

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.